terça-feira, 31 de março de 2009

Passeio

(No telefone)
- E você tem interesse de vir trabalhar aqui?
- Se a proposta for boa eu posso avaliar, sim.
- E quanto você gostaria de ganhar?
- Ah... pelo menos uns X.
- Aaaah, tranquilo. Eu posso pagar até mais do que isso!

...

(Muitos km depois...)

- Que bom que você veio. Você pode me falar mais sobre a sua trajetória?
(bla bla bla bla)
- Muito bem. Podemos conversar um pouco em inglês?
- Sim, podemos tentar.
- Tell me about yourself. (macarrônico)
(conversamos um pouco. Paramos de conversar em inglês porque ela não consegue manter a conversa)
- Então, a proposta que eu tenho pra você é 2/3 de X.
- 2/3 de X?
- Você tem que ver que o seu salário já vai estar subindo bastante e (bla bla bla interminável). Inclusive, eu te dou um conselho: o que você pediu, para o mercado, é inconcebível.
- Mas você tinha me proposto até mais do que X...
- É que você ganha bem menos do que X.
- Mas eu já tinha te falado isso. E que diferença faz quanto eu ganho no interior, se estou me mudando?
- 2/3 de X é o que eu posso te oferecer. Você aceita?
- Posso pensar no final de semana?
- Pode. Mas me responde na segunda-feira.
- Tá bem. Me manda essa proposta por e-mail, por favor.
- Claro!

-----

Nada de proposta no e-mail. Mando um e-mail perguntando; a resposta que recebo é "Que proposta???"

----

(no telefone)

- Então, é isso. Não posso aceitar esse valor.
- Mas você tem que ver os benefícios e o mercado não vai te dar melhor do que isso.
- Mas eu não estou mesmo procurando emprego. Fui fazer a entrevista porque o cargo me interessava.
- Mas é uma proposta irrecusável.
- Mas por menos do que X não me interessa.

(mais um dia disso. Depois, mais nem uma palavra. Nem foram legais o suficente para retornar o resultado do teste que eu fiz.)

sexta-feira, 27 de março de 2009

Prague's Franz Kafka International Airpoirt


Humor bem culto no The Onion.

"Se há um problema, preencha um formulário de reclamação e coloque o endereço do hospital em que você nasceu."

"Todos os problemas são causados pelos viajantes. Se você propriamente seguir os protocolos próprios, nenhum problema iria existir."


Sobre 'O Castelo', de Kafka, da wiki: "Os mónologos do livro são vários (o livro possui mais de 400 páginas) e as personagens muitas vezes desmentem-se ou mostram variadas interpretações de um mesmo fato, o que provoca um clima de confusão ou simples falta de informação."

Não, não, não



'O fato de alguns duvidarem da identidade de Inri Cristo não anula a possibilidade de (ela) ser verdadeira.'

E o pior é que, filosoficamente, ela está certa. Mas, correndo o risco de me repetir, 'Afirmações extraordinárias requerem evidências extraordinárias.'

E o ônus da prova é de quem afirma.

PS: retirei as tirinhas do Savage Chickens porque aparentemente o autor do site é um pé no saco com relação a direitos autorais - ao contrário do xkcd e do Inri Cristo.

terça-feira, 24 de março de 2009

Turing e SQLServer

Sempre pensei na Universidade como uma formadora de conhecimento. A profissão deriva diretamente desses conhecimentos que são adquiridos, mas não seria ela mesma o objetivo primário da formação. Formar uma pessoa em uma área de conhecimento é muito mais complicado do que formar um profissional; e aí passam todas as questões de técnica versus teoria, de Universidade versus curso técnico e até de Universidade versus Faculdade.

Mas, depois que entrei na Universidade, percebi que apenas eu e alguns poucos viam as coisas assim. A maioria queria se formar em quatro anos, arrumar um emprego, esquecer o Alan Turing, o Laplace, as redes neurais, os NP-Completos.

E pelo visto as coisas estão cada vez mais exacerbadas nesse sentido. O governo do Estado de SP, por exemplo, investe em cursos de formação rápida voltados para o mercado de trabalho. Não que esses cursos não sejam importantes; mas acredito que os objetivos da Universidade não devam ser deixados de lado por conta das marés do 'mercado'.

Enfim, escrevi tudo isso porque um amigo me mandou um texto sobre os EUA que também diz muito sobre a nossa realidade, citando por exemplo a contínua diminuição do interesse nos cursos de Ciências Humanas. Isso, segundo o autor, leva à criação de uma infinidade de drones workaholics cheios de market skills.

Só faltou um pouco de discussão sobre a capacidade desses cursos 'Humanos' de formar pessoas realmente questionadoras. E outra questão é se os cursos 'Exatos' também não deveriam, de sua forma, criar cidadãos preparados para enfrentar o desafio moral que é o mundo moderno (como já foram inúmeros físicos, Einstein é um exemplo óbvio).

E, pra terminar:

Um homem bom é aquele que tem opiniões desejáveis para os que estão no poder.

Bertrand Russell

quarta-feira, 18 de março de 2009

All work and no fun...

- Então, você conseguiu terminar aquele negócio?

- Eu fiz uma versão mas não ficou boa. Tinha feito uma function que era chamada na query... ficou pesado demais.

- Aaaaah, não. A gente não usa function. Tem que ser case direto na view.

- Eu sei, tou tentando arrumar um jeito de fazer o case. Vai ter uns 4 um dentro do outro. Eu tinha feito a function por causa disso... fazer com case é bem complicado.

- Ah... mas a gente não usa function.

- Eu entendi. Mas eu já estava fazendo com um case.

- Ah tá. É bom fazer com case porque a gente não usa function.

- OK.

(20 minutos)

- Terminou o case?

- Estou terminando. Ficaram uns quatro cases um dentro do outro.

- Ah, mas não é pra ser tão complicado. Você só tem que usar o dateadd.

- Como assim o dateadd?

- É só você somar o dia do vencimento com a data de entrada.

- Mas como? Se a data de entrada é dia 10/10/2008, e o dia do vencimento é 15, então o resultado ia ser 25/10/2008 - quando na verdade devia ser 15/10/2008.

- Hm... é. Mas usa o dateadd.

- ....tá. Ah, e eu fiz também essa verificação aqui pra conferir se o mês tem menos dias do que o dia do vencimento, aí ele joga pro último dia do mês. Por exemplo, se é pra vencer dia 30 e em fevereiro tem só 28 dias, ele joga pro dia 28.

- Mas é simples isso aí. Você tá complicando tudo.

- Complicando tudo? Então deixo de fazer essa checagem?

- Não, tem que fazer, mas tem que ser mais simples.

- E como pode ser mais simples?

- Não sei... a gente usa o dateadd. Vai fazendo aí que eu vou pensar.

(10 minutos depois)

- Terminei, viu.

- Legal. Usou o dateadd?

- Usei. E também muitos cases.

- Legal. Não usa function. A gente não usa function quando for assim. Ah, e tou mandando um e-mail, vou tirar o final de semana fora, qualquer coisa terça-feira estou por aqui.

- Ok.

(termino exatamente do mesmo jeito que tinha começado, com um montão de cases um dentro do outro)

terça-feira, 10 de março de 2009

Das vantagens do Linux

- ...aí eu fui tentar trocar a versão do Eclipse, mas nessa altura do campeonato, já não rodava mais nada. Levei umas três horas pro básico do básico voltar a funcionar.

- Eita... e por que você trocou a versão do Eclipse?

- Porque a versão dos repositórios está muito antiga.

- E pra que servem os repositórios?

- Os repositórios tem a versão estável compatível e testada com o sistema como um todo. Aí você pode instalar e desinstalar muito mais facilmente do que baixar e rodar na mão. É muito melhor do que no Windows, por exemplo, onde você é obrigado a instalar diretamente o software de terceiros em quem não necessariamente confia.

- Mas se você não estava usando os repositórios, que diferença isso faz?

- Nesse caso, nenhuma.

- Hm.... entendi. Acho.

domingo, 8 de março de 2009

Dia internacional da mulher

Neste dia internacional da mulher, há muito o que comemorar. No mundo de hoje, as mulheres tem direito a trabalhar de sol a sol em empregos que ninguém quer ter. Com os novos empregos, vieram novas responsabilidades e também novas surpresas1.

Depois de tanta luta, as mulheres são plenamente respeitadas por todos os setores da sociedade. Foi-se o tempo em que a sua dignidade era vendida a preço de banana.

Os sutiãs queimados na década de 60 não foram em vão: as mulheres se tornaram plenamente independentes, tem suas próprias ideias e não fazem mais qualquer coisa para agradar um homem.

Para comemorar tudo isso, só mesmo ouvindo uma boa música.



--------------------------------
1 - Como o infarto do miocárdio, por exemplo.

sexta-feira, 6 de março de 2009

Causa e correlação

Essa eu demorei um pouco pra entender:



Do xkcd.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Name Voyager

Há algum tempo encontrei um site interessante sobre uso de primeiros nomes nos EUA. Se você digitar 'Mary' lá vai ver que o nome era muito usado há dois séculos atrás mas que agora é só mais um na multidão. Segundo o site, o nome mais usado em 2007 é Emily.

Fiquei pensando nessas relações de porcentagem; acredito que daria para tirar muita informação interessante do Google Trends com um pouco de criatividade.
Vejam cada relação engraçada:

"O segredo" x "Dinheiro" (sim, parece haver uma relação!)
"Traição" x "Detetive" (óbvio. Notem como uma linha segue bem a ondulação da outra).
"FGTS" e "viagem" (nem todo mundo guarda o dinheiro, não é mesmo?)

...e por aí vai. O que eu gostaria mesmo de fazer é um gráfico com as palavras mais usadas nos jornais, mês a mês, por um período considerável. Algum dia ainda vou fazer isso.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Bem-vindos à China

Blog policial com críticas a José Serra é tirado do ar pela Justiça.

Adoro essa história de que funcionário público não pode xingar o chefe. Assim é só todo mundo virar funcionário público que ninguém mais vai poder falar mal de ninguém.

segunda-feira, 2 de março de 2009

Tirinha



Do Perry Bible Fellowship.