quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Blogger's game

- Hoje fiquei pensando no objetivo do meu blog.

- Hm... mas um blog precisa de um objetivo, de um sentido?

- É, na verdade não. É como perguntar a temperatura do número sete, né? Bom, mesmo assim, fiquei pensando nisso e acabei lembrando de 'O jogo do exterminador'.

- Mas o que tem a ver 'O jogo do exterminador' com o seu blog?

- No livro duas crianças muito inteligentes que começam a participar de comunidades sociais online, usando pseudônimos (Locke e Demóstenes). E os argumentos deles são tão sólidos que todas as pessoas começam a ler avidamente o que publicam e a seguir suas opiniões em todos os assuntos.

- É uma presunção muito grande pra um blog, não acha? Na vida real, mesmo se você fundamentar muito bem todos os seus pensamentos, há muitos outros fatores envolvidos. Muita gente fecha a janela quando o texto é longo, pra começar.

- Tem razão. Mas não te irrita que tantas pessoas francamente pouco inteligentes sejam seguidas por tantos, enquanto outras pessoas claramente mais inteligentes sejam sumariamente desprezadas?

- Você gosta dessas palavras 'absolutamente', 'sumariamente', 'claramente', 'francamente', não? Bom, e você se coloca entre essas pessoas, as inteligentes?

- É, eu gosto mesmo dessas palavras, transmitem solidez. Mas respondendo a sua pergunta, não me coloco não, existem muitos outros blogs geniais e até menos visitados que o meu. Eu só fico triste por, sei lá, não ter o meu próprio séquito de seguidores idiotas.

- E o objetivo do seu blog é ter esse séquito de seguidores idiotas?

- Na verdade, não. Mas um bom objetivo seria zombar subliminarmente dos meus seguidores idiotas de forma que só algumas poucas pessoas inteligentes entendessem.

- E você já pensou que algumas das pessoas a quem você admira também podem estar fazendo isso?

- Sim. E isso me apavora.


Disclaimer: Esse diálogo é puramente ficcional. Considero todas as pessoas que lêem o meu blog geniais até prova em contrário. Mesmo as que entram procurando por 'como ganhar na Mega sena'.

6 comentários:

Suzana Elvas disse...

Hahahahahahahahaha!

Eu me lembro que, quando começou a onda dos blogs, que um desses kibelocos da vida oferecia um serviço de comentadora - a criatura ganhava para entrar em determinados blogs que a contratavam para escrever "Nossa, que inteligente!", "Fulano, você é demais!", "Como eu não pensei nisso antes?", "Você foi direto para os meus Favoritos" e que tais.

Ficcional uma ova, né? TODO mundo pensa nisso.
Bjs
Suzana

Henrique Rossi disse...

hahaha gostei..

André T. disse...

Serviço de comentadora? Hahahaha! Parece serviço de carpideira profissional.

Eu conheço um blog em que o cara faz isso ele próprio, cria uns fakes pra ficar se elogiando. 'Nunca tinha pensado nisso, é genial'. 'Obrigado por isso, continue o ótimo trabalho!'

Poucas vezes vi coisas mais ridículas do que isso... hehehe. Ah, lembrei de um quase-parente que pedia pros pais telefonarem pra ele durante a noite pra mostrar na balada que tinha celular, na época em que quase ninguém tinha.

Vergonhoso.

André T. disse...

Ah, Suzana, e eu acho vocês inteligentes sim, pelo menos o pessoal que entra sempre. Mas algumas pessoas entram aqui buscando por umas coisas engraçadíssimas. Qualquer dia faço um 'top 10' disso.

Inilein disse...

André, com certeza agora o número de visitas vai aumentar.. hehehe
Beijo

Henrique Rossi disse...

André,

Estou um pouco entusiasmado hoje. É que acabo de saber que estou muito bem colocado na lista de um vestibular de mecicina. Não estou na primeira chamada mas estou confiante. Geralmente não se aproveita muito do que falamos e pensamos nesses momentos felizes, é que, tomados pela empolgação, fazemos mais do que gostaríamos.

De qualquer forma, depois de ter ligado para uns amigos, estive um pouco no youtube e vi o último episódio daquele programa que já havia indicado aos leitores do meu blog. Ele trata do caso Galileu sob o ponto de vista da Igreja. Imperdível:

http://www.youtube.com/watch?v=Gpuz3LEny28&feature=channel

http://www.youtube.com/watch?v=TyXSmLD61cM&feature=channel

http://www.youtube.com/watch?v=e2dNp-e21O0&feature=channel

Mas eu não estaria realmente entusiasmado se te desse apenas o link para um programa de aspecto exageradamente racional. Essa é a grande queixa dos pentecostais em relação à nós: a nossa frieza e racionalismo. Eles são mais emotivos e passionais, o que, em certos momentos efetivamente emociona. Então termino com o link para um vídeo onde o que mais importa é a música. Absolutamente lindo:

http://www.youtube.com/watch?v=2Q8ESzK5pCw

abraço