domingo, 27 de setembro de 2009

Eta Carinae


O sistema de estrelas acima é Eta Carinae, uma das coisas mais bonitas de se olhar no céu noturno. A foto foi tirada pelo Hubble, em setembro de 1995, e está na lista de suas imagens mais impressionantes.

Mas Eta Carinae, além de ser bonita, tem outras particularidades interessantes. Sua massa total estimada é a de mais ou menos 100 de nossos sóis, e sua luminosidade é quatro milhões de vezes mais intensa.

É, isso mesmo. Imagine que o Sol seja uma lâmpada. Eta Carinae são 4 milhões dessas lâmpadas solares em uma só.

Essas propriedades fazem dela uma estrela supermassiva, uma vela que queima rápida e intensamente na escuridão do Universo. Depois de consumir boa parte de seu combustível, supermassivas explodem se transformando em supernovas e então colapsam se transformando em Buracos Negros ou Anãs Brancas, dependendo da massa da estrela inicial. Eta Carinae irá se transformar em um Buraco Negro.

Supernovas são belíssimas - mas infelizmente, muito destrutivas. Durante o pequeno período de algumas semanas que dura a explosão, elas liberam mais energia do que o nosso Sol durante toda a sua vida. Qualquer planeta em um raio de mais ou menos 1.000 anos-luz é totalmente destruído por massa estelar expelida e radiação.

Eta Carinae está a aproximadamente 7.500 anos-luz da Terra mas mesmo assim alguns efeitos serão sentidos.

Alguns cientistas afirmam que, quando a explosão ocorrer, Eta Carinae será visível durante o dia e durante a noite será tão brilhante que até que poderemos ler um livro sob sua luz. Também é factível que a camada de ozônio terrestre seja consumida pela radiação vinda da supernova. Isso significa, no mínimo, que nós (ou nossos descendentes) teríamos que usar protetor solar todos os dias, o dia todo. Muitas formas de vida como conhecemos pereceriam sem a proteção da luz ultravioleta oferecida pelo ozônio.

Mas o mais interessante é que astronomicamente falando Eta Carinae já está no fim de sua vida - ou seja, isso tudo irá acontecer em breve (talvez até para parâmetros humanos). Estima-se que a explosão ocorra em um período que varia de 'hoje' a 'daqui a um milhão de anos' - alguns cientistas apontando uma margem de cem anos a partir de nossos dias como provável. Pode ser que a explosão já tenha ocorrido; como a luz demora 7.500 anos para chegar até onde estamos, temos um delay de 7.500 anos depois dela morrer até percebermos a mudança.

(Um parêntese: estranho pensar que olhando pro céu, estamos observando fotos antigas das estrelas. Dá até pra antropomorfizar uma estrela que, conversando com outra, fale: 'Você pode me achar velha, mas olhando lá da Terra eu sou novinha, novinha.')

Fiquei pensando nisso hoje e... olha, até agora essa foi a única previsão apocalíptica que me deixou um pouco receoso. E empolgado ao mesmo tempo.

Credibilidade é tudo.

9 comentários:

Henrique Rossi disse...

2012, quem sabe?

André T. disse...

Pois é, ontem enquanto estava pesquisando vi gente falando isso. Mas, mesmo se o mundo de fato acabasse em 2012, eu morreria acreditando que seria uma grande coincidência.

Afinal, os postulantes de fim de mundo já erraram tanto, não é de porque acertaram uma vez que eu mudaria de ideia.

Mariana. disse...

é, probabilisticamente falando, o mundo tem tanta chance de acabar em 2012, quanto em qualquer outro ano. Seria uma baita sorte se alguém acertasse, mas e daí? Ninguém mais estaria aqui pra falar 'não disse?'. Então, seria só azar mesmo, de todos nós.

Henrique Rossi disse...

Afinal, os postulantes de fim de mundo já erraram tanto, não é de porque acertaram uma vez que eu mudaria de ideia. hahahaha muito bom!

André T. disse...

Que droga, passou um erro de português no comentário :/

Giseli Ramos disse...

Tem um livro muito legal do Phil Plait, "Death from Sky", que fala sobre todo tipo de catástrofe no Universo que pode nos afetar, desde meteoritos, tempestades solares até chuva de raios gama de supernovas. Muito bom, e sem sensacionalismo, afinal, foi escrito por um astrônomo.
Espero que Eta Carina não nos torre... mas nunca se sabe.

D disse...

O Apocalipse tem que chegar logo. Quero o meu cantinho de frente pra deus.

André T. disse...

O gene da provocação corre no sangue da família de vocês, hein? :)

Adicionei você lá no twitter.

valvuladeescape disse...

momento metidez: se quiser, te coloco pra discutir isso numa mesa de jantar com um dos 'pais' da Eta Carinae. (até porque eu acho que não herdei os genes gênios da família e sou incapaz de ter uma conversa inteligente a respeito).